"O que diferencia «uma mudança reformista» de «uma mudança não reformista» num regime político, é que no primeiro caso o poder continua fundamentalmente nas mãos da antiga classe dominante e que no segundo o poder passa das mãos dessa classe para uma nova."

terça-feira, 10 de março de 2009

Cavaco no seu roteiro para a inclusão

Com cinismo e hipocrisia à mistura, Cavaco Silva ao dirigir-se a dezenas de desempregados vítimas de despedimento "ilegal” nas empresas TOR e CARFER, afirmou: «não vim dizer que tenho alguma solução. Só posso trazer palavras de solidariedade. Isso é pouco. Mas não tenho mais para vos dar»


Então não foi Cavaco que promulgou o código do trabalho? Que retira direitos aos trabalhadores e põe a faca e o queijo na mão dos patrões?

3 comentários:

Brigadas Socialistas disse...

Viva Mário Soares!

Anónimo disse...

Passas de "Burro para mula"

Anónimo disse...

Se calhar devia haver mais milhões de euros a entrar como na altura dele para encher os bolsos a muita gente que inventou empresas de formação, e para queles que acabaram com a agricultura em portugal, campos cheios de girassol. obrigada Cavaco Silva por teres colaborado tanto para a situação que se vive em Portugal, é obvio que não tem solução, nunca teve.