"O que diferencia «uma mudança reformista» de «uma mudança não reformista» num regime político, é que no primeiro caso o poder continua fundamentalmente nas mãos da antiga classe dominante e que no segundo o poder passa das mãos dessa classe para uma nova."

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2013

Que em 2013 prossiga e se alargue a luta dos trabalhadores e das populações, condição indispensável para abrir caminho a uma politica que valorize o trabalho, promova o desenvolvimento e os serviços públicos, respeite os direitos e valorize os salários e pensões.


Vamos com a luta correr com PSD e CDS-PP do governo, Correr com a troika estrangeira! 
Por uma nova politica e um novo governo, com uma politica de esquerda ao serviço dos trabalhadores e do povo! Ao serviço de Portugal ! 




domingo, 30 de dezembro de 2012

52 FALÊNCIAS POR DIA EM 2012


Em Portugal verificaram-se 52 falências por dia ao longo de 2012, um aumento de 62% em relação a 2011. Ao mesmo tempo, denuncia a CGTP, "A dívida aos trabalhadores que perderam os postos de trabalho em resultado do encerramento ou falência das empresas ultrapassa os 316 milhões de euros, afectando mais de 43 mil trabalhadores do sector público e privado, segundo dados apurados pela CGTP-IN. Na realidade o valor é muito superior, uma vez que este levantamento não abrange todos os distritos nem todos os sectores de actividade" . E com o Orçamento de Estado (inconstitucional) de 2013 é mais que certo que não haverá qualquer recuperação económica no próximo ano. A economia real portuguesa continuará nesse caminho para o abismo. Os aumentos na electricidade, gás, combustíveis, transportes, já anunciados para Janeiro, destinam-se a retirar ainda mais rendimento disponível dos trabalhadores e das PMEs (reduzindo-lhes a competitividade) e engordar o capital oligopolista. 
É preciso entender o que está realmente a acontecer: 1) A prioridade deste governo não é recuperar a economia real e sim satisfazer os credores externos de Portugal;   2) Com esse objectivo procura extorquir o máximo que pode do povo português, a qualquer custo e utilizando todas as manigâncias possíveis;   3) A lealdade do ministro das Finanças, Vitor Gaspar, é para com o capital financeiro e não para com o país que o viu nascer;   4) Ao "diluir" ao longo do ano os subsídios de férias e de Natal dos trabalhadores o plano não confessado do governo é vir a extingui-los. 
Correr com esta gente, recuperar a soberania monetária e romper as amarras com a UE é um imperativo de sobrevivência nacional.


terça-feira, 25 de dezembro de 2012

O Natal da nossa tristeza


Para a imensa maioria dos portugueses, este foi um mau, um péssimo Natal. Foi o Natal do desemprego (na maioria dos casos sem o respectivo subsídio); das pensões e reformas brutalmente amputadas; dos subsídios roubados; dos direitos laborais assaltados; de serviços públicos essenciais liquidados; do poder local democrático flagelado; da independência nacional desprezada. Foi, por tudo isso, o Natal da pobreza, da miséria, da fome – da tristeza. Foi, enfim, o pior de todos os natais pós-25 de Abril.

Vão longe os tempos da Revolução de Abril, esses tempos luminosos a apontar o futuro, esses tempos do respeito pelos direitos dos trabalhadores e do povo; do respeito pelos princípios e valores democráticos; do respeito pelo interesse nacional – que é o interesse dos trabalhadores, do povo e do País.

Olhando para trás, para os quase quarenta anos que já lá vão desde 1974, não há memória de Natal tão pobre. E tão triste.

Para a imensa maioria dos portugueses, insista-se. Porque para a imensa minoria este foi um Natal de fartura, de abastança, de bem-estar. De acordo, aliás – como não se cansam de nos lembrar os propagandistas das bondades da exploração do homem pelo homem – com a «ordem natural das coisas», expressão que traduzida à letra dá mais ou menos isto: ricos e pobres sempre houve e há-de haver e queira Deus que os ricos sejam cada vez mais ricos para poderem dar maiores esmolas aos pobres...

Natal triste, portanto.

«Culpa da crise» – dizem os culpados, sacudindo a água dos capotes, fingindo que não sabem que de há quase trinta e sete anos a esta parte são eles, e só eles, que têm estado nos sucessivos governos, todos praticando a mesma política de direita, todos roubando Abril a Abril.

E são muitos esses culpados, tantos que seria fastidioso nomeá-los um a um.

Por isso, apontemos o dedo – por ordem de entrada em cena – a alguns dos principais causadores deste Natal triste para a imensa maioria dos portugueses: Mário Soares, Cavaco Silva, António Guterres, Durão Barroso, José Sócrates, Passos Coelho/Paulo Portas...

Foram eles que nos entraram pelas chaminés e nos trouxeram, como prenda, este Natal da nossa tristeza.

domingo, 23 de dezembro de 2012

DEMOCRACIA E SOCIALISMO - Os valores de Abril no futuro de Portugal

O DESCALABRO


O descalabro das finanças públicas continua. Revela-se agora que a arrecadação fiscal caiu 5,8% entre Janeiro e Novembro de 2012 #0150; consequência inelutável do pacote da troika. Além de levar o país à ruína, este governo de traição nacional continua o seu programa de privatizações selvagens. O cancelamento da venda da TAP a um suspeitíssimo sionista-colombiano constitui uma vitória parcial dos trabalhadores e da maioria do povo português. Mas a intenção de privatizá-la ainda continua de pé, assim como de privatizar a ANA, ENVC, RTP, as Águas de Portugal e o pouco que resta do sector empresarial do Estado. Um tal governo compromete não só as gerações presentes como também as futuras. Deitá-lo abaixo, com o seu Orçamento de 2013, é uma tarefa urgente. Figurinhas como o sr. Relvas, P. Coelho, António Borges e quejandos não são próprias de um país decente.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

A "BÚZIOS" continua a "comer" do orçamento Municipal

A maioria socialista na Câmara de Coruche, aprovou na reunião de hoje, mais uma "aquisição de serviços à empresa do A.Tadeia".

A esta empresa, considerada pela C.M.C. como uma associação sem fins lucrativos, foi "adjudicada" a vigilância em 2013 nas piscinas municipais, contra um pagamento mensal de cerca de 3.000.00 €.

Assim não admira que nas próximas eleições de Outubro, o Presidente da empresa, A. Tadeia apareça novamente a apoiar o PS, Pudera! assim também eu!

____________________________
E o que terá a dizer sobre esta matéria o Presidente da Junta da caridade de Coruche?

Não achará um exagero o que a Búzios aufere? Não era preferível canalizar estes recursos para ele distribuir mais uns quilos de mercearia?



Crise? 
é só para alguns?


domingo, 16 de dezembro de 2012

O Jactancioso




Pediu a palavra, levantou-se com cara de caso e com aquele estilo que lhe é tão característico de pseudo-intelectual disse, "vou para a frente de todos quero fazer a minha intervenção olhando os membros desta assembleia olhos nos olhos" sacou do "discurso" e durante longos minutos relatou as agruras porque estão a passar muitas famílias de Coruche por causa da crise.


Relatou ao pormenor o número de garrafas de azeite, os quilos de arroz e outras mercearias que "a minha junta", ou seja a dele, tem disponibilizado para ajudar os que estão a passar sérias dificuldades e pasme-se! ele é tão "mãos largas" que não se limita a apoiar os carenciados da sua freguesia, não, no rol dos apoios que relatou, constam também fregueses de Santana, da Erra,  Lamarosa e do Couço.


No final do discurso desafiou ainda os seus pares para lhe seguirem o exemplo, em vez de gastarem o dinheiro das juntas em almoços com os reformados. Melhor fariam se seguissem o seu exemplo.

Teve ainda tempo para em frente da Assembleia que o olhava "olhos nos olhos" endereçar um convite solene ao Presidente Cavaco para que se demita, pois, rematou, é o pior dos Presidentes que já tivemos depois do 25 de Abril.

A coisa ia bem, mas, eis que um dos seus pares lhe chama a atenção para os seguintes factos.


Sendo certo que as politicas governamentais estão a levar a fome a muitos lares coruchenses, é preciso fazer algo mais que discursos eivados de "verborreia revolucionária" e ter atitudes coerentes com as proclamações palavrosas.

De facto nunca naquela Assembleia, o supracitado personagem fez qualquer reparo critico à forma como têm sido usados os dinheiros do Município, pode-se mesmo dizer que sempre apoiou e votou todos os orçamentos municipais e nunca se insurgiu contra os escandalosos apoios financeiros às novelas e festas que como as do castelo, que no ano passado tiveram duas noites de fogo de artificio e toiros à corda vindos dos Açores e quem pagou?

Nunca o referido personagem levou à Assembleia qualquer proposta ou sugestão para que no orçamento municipal fosse considerada qualquer dotação para apoios sociais.


Foi de facto um discurso verborreico! ao seu nível!


PS: Este é um breve relato muito resumido do que se passou na última reunião da Assembleia Municipal de Coruche.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

ZELO E RIGOR NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DE CORUCHE



O zelo e rigor no Centro de Saúde de Coruche é tal, que a sua Coordenadora Técnica vai ser condecorada pelo ministro que reconhece o esforço da dita na cobrança de dívidas, que alguns coruchenses, caloteiros compulsivos deixam no Centro de Saúde, nomeadamente, de taxas moderadoras e outros actos médicos como a medição da tensão arterial.

Para recuperar os "calotes" a dita senhora está a enviar cartas registadas e com aviso de recepção aos caloteiros, e tal é o rigor e empenhamento da senhora, que quem se deslocou de urgência ao Centro de Saúde porque teve uma brusca subida de tensão arterial está a ser notificado para pagar os devidos 80 cêntimos e ainda recebe a ameaça de que se não pagar no prazo de 10 dias pode vir a ter de pagar uma multa, nunca inferior a 100€ e isto também é valido para quem por qualquer razão não liquidou na hora a taxa moderadora da consulta de urgência.

A situação descrita é caricata mas é o que se está a passar no nosso serviço público de Saúde, uma vergonha!


Os coruchenses merecem mais respeito!

PSD/CDS estão a destruir
o Serviço Nacional de Saúde!

Rua com eles!

MAIS PRIVATIZAÇÕES ESCANDALOSAS


As palavras privatização e corrupção rimam perfeitamente. A nova vaga de privatizações, orquestrada por António Borges, ameaça dilapidar a preço vil o pouco que resta do sector empresarial do Estado. Após a nebulosa privatização da EDP, os governantes ao serviço da troika pretendem agora privatizar a TAP – entregando-a ao capital sionista-colombiano. O encaixe para o Estado seria de uns míseros 20 milhões de dólares . Na fila das privatizações aguardam a ANA, os Estaleiros Navais de Viana do Castelo, a RTP e umas poucas mais empresas. Este filme já passou na Grécia há um par de anos e é agora reencenado em Portugal. Os capatazes da troika constituem um governo de traição nacional, o último de uma longa série. Se a Lei 47/77 ainda estivesse em vigor, Portugal estaria melhor preparado para enfrentar a depressão económica que agora se inicia na Europa e nos EUA. Mas amarrado ao euro e sob a pata da UE, está inerme. Romper as amarras é preciso.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Protesto junto ao Parlamento contra Extinção de Freguesias

video
Presidente da Junta de Freguesia da Fajarda em directo na RTP 1

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Em Defesa do Poder Local Democrático


No próximo sábado, 15 de Dezembro, realiza-se frente ao mercado municipal em Coruche, durante a manhã, uma concentração/manifestação para a qual é convocada toda a população do Concelho para que afirme, de forma inequívoca a sua firme oposição há intenção do PSD/CDS de extinguir as freguesias da Fajarda e da Erra.

Esta concentração é promovida por uma comissão criada pela Assembleia Municipal por proposta da CDU e integra representantes da Câmara, Assembleia, Freguesias e Deputados Municipais.

Contra a extinção das Freguesias!
Viva o Poder local, Conquista de Abril!


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Mais um "doutor" à PS

"O Doutor Luís Fonseca é o novo comandante dos Bombeiros Municipais de Coruche e está a assumir todas as responsabilidades que eram do Capitão Rafael Rodrigues anterior Comandante, a quem não foi renovada a comissão de serviço."

Foi assim com estas palavras que o presidente da Câmara apresentou ao Concelho Municipal de Segurança o novo Doutor, que para além de doutor, acumula com o cargo de Comandante, mais a sua qualidade de Boy do PS.





Assim, sem mais explicações, e sem uma única palavra de apreço ou reconhecimento pelo Capitão, que em 2002 o Presidente foi buscar a Setúbal e cujo currículo não se cansou de elogiar.


O que se terá passado !?! não sabemos, mas que é estranha a forma abrupta e mal contada sobre a saída do Rafael, lá isso é! 


sábado, 1 de dezembro de 2012

Mercados e Mitos



 Intervenção de Carlos Carvalhas - XIX Congresso do PCP 

 Democracia e Socialismo 
Os valores de Abril no futuro de Portugal


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Este Orçamento é um atentado contra a economia nacional

"A política tributária deste Governo é muito simples. Os ricos pagam como se fossem pobres e os que se tornam pobres pagam como se fossem ricos."


Trabalhadores na rua votam contra o Orçamento do Estado


Este Orçamento do Estado põe o país e os trabalhadores a saque, em nome da banca e do capital financeiro, sem qualquer futuro de desenvolvimento, progresso e justiça social.



quinta-feira, 22 de novembro de 2012

A Mini Parceria Público-Privada em Coruche


Muito se tem falado a propósito das Parcerias Público-Privadas negociadas pelos governos do PS e PSD/CDS nos últimos anos que como todos sabemos são um escândalo, pois, o estado, isto é, nós os contribuintes pagamos milhões de euros, que vão directamente para o bolso dos privados que assim sugam os dinheiros públicos com a cumplicidade dos governantes, veja-se o caso das SCUTS.



Por cá também existe uma espécie de "Mini parceria público-privada" entre a C.M.C. e a BÚZIOS (associação de nadadores salvadores de Coruche) com óptimos resultados para a referida Associação/Empresa, que tem protocolado com a C.M.C. um acordo de assistência balnear verdadeiramente escandaloso, pois os valores que a Câmara paga mensalmente a esta associação são exagerados para o serviço que é prestado.


Vamos aos números!

Mensalmente a Búzios recebe da C.M.C.  2.976,51 o que anualmente significa 35.718,12€ acresce a isto ainda um subsidio anual atribuído no "âmbito dos apoios municipais ao associativismo local" no valor de 10.191,60€. 

Tudo somado, em 2012 (ano de crise!) esta associação recebe de dinheiros públicos municipais a bonita quantia de 45.909,72€ !


terça-feira, 20 de novembro de 2012

"Nós fazemos Obra"


"Nós fazemos obra" foi o slogan usado até à pouco tempo pelo PS de Coruche e espalhado profusamente por todo o concelho por altura das eleições autárquicas. É claro que essa propaganda foi paga com o nosso  dinheiro, mas que importa isso para os socialista!

Se a obra fosse de qualidade, bom, do mal o menos, agora, obra como a da ciclovia na 119 (estrada da Erra) que foi construída ainda não à um ano e  custou centenas de milhares de euros.


Está como se pode ver pelas fotos, a desmoronar-se! porque não foi devidamente construída! e custa a compreender! 


Será que a câmara fiscalizou ou acompanhou devidamente a construção da ciclovia como era sua obrigação?

Que tem a dizer o vereador responsável pelas obras municipais? 

Veremos se o inverno faz das suas e a ciclovia vai de "água abaixo", aliás, quem devia ir de "água abaixo" eu bem sei quem era!

Incompetentes é o que são!

domingo, 18 de novembro de 2012

Um Disparate Monumental



Como é sabido o Governo Socialista de Sócrates negociou com a Tróika o chamado "memorando" que entre outras medidas prevê a extinção de autarquias, Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia. 

Este compromisso foi também assinado pelo PSD e CDS, importa assim lembrar que PSD, CDS e PS se comprometeram com a TRÓIKA a elaborar uma listagem de autarquias a extinguir.

Assim, o PS não pode deixar de ser responsabilizado juntamente com o PSD e CDS, pela situação que está criada, que aponta para a liquidação de mais de mil freguesias.


No concelho de Coruche está previsto (isto se as populações o permitirem) a extinção das freguesias da Erra e da Fajarda, que de acordo com a proposta existente, serão agrupadas à freguesia de Coruche.

Será então constituída uma única freguesia que terá a designação de:
"UNIÃO DAS FREGUESIAS DE CORUCHE, FAJARDA E ERRA".


Se esta proposta for por diante, temo, que no futuro, qualquer criança nascida nas localidades hoje abrangidas pelas freguesias de Coruche, Fajarda e Erra, passará a ter como naturalidade nos seus documentos pessoais (esta "coisa assaz bizarra"UNIÃO DAS FREGUESIAS DE CORUCHE, FAJARDA E ERRA!



Sobre a agressão israelita contra a Faixa de Gaza


Quase três anos passados sobre o início da criminosa incursão militar israelita contra a população palestiniana da Faixa de Gaza (17 de Dezembro de 2009), Israel desencadeia mais uma criminosa acção militar, de proporções e objectivos ainda não completamente conhecidos, com efeitos devastadores para o povo palestiniano e com perdas de vidas humanas entre a população civil, incluindo crianças.
Esta acção criminosa é mais uma a juntar às inúmeras provocações e acções contra o povo palestiniano, levadas a cabo pelo governo de Israel com apoio dos USA e de países europeus comprometidos com o militarismo sionista, das quais se destacam:

- o ataque de Israel contra barcos que transportavam ajuda humanitária para Gaza (2010);
- o veto da administração norte-americana no Conselho de Segurança da ONU à resolução que condenava a construção de colonatos israelitas nos territórios ocupados da Palestina (21 de Fevereiro de 2011);
- a brutal violência com que o exército israelita reprimiu as manifestações populares palestinianas por ocasião do 63º aniversário da expulsão dos palestinianos dos seus territórios (25 de Maio de 2011);
- o acto de terrorismo de Estado perpetrado por Israel contra civis desarmados, palestinos e sírios, que assinalavam a “guerra dos seis dias”, em que Israel ocupou ilegalmente os territórios dos Montes Golã, da Faixa de Gaza, da Cisjordânia e de Jerusalém Oriental (Junho de 2011).

O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) chama a atenção de todos os cidadãos amantes da Paz para as fortes suspeitas e indícios de estar em curso uma operação militar israelita de agressão na Palestina, de grandes proporções, inserida numa estratégia de agressão militar imperialista na região, com envolvimento directo dos USA e da NATO, visando a total subjugação aos seus interesses de todo o Médio Oriente.

O CPPC condena veementemente a conivência manifesta da UE com as agressões israelitas!
O CPPC exige a imediata cessação das hostilidades!

Sábado, 17 de Novembro de 2012
Conselho Português Para a Paz e Cooperação


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Escola Primária de Sto. Antonino Transformada em Lixeira



O património municipal está ao abandono, veja-se o estado em que está a antiga escola em Sto. Antonino.
  • O que tem a dizer sobre esta situação o Presidente da Junta? E o Presidente da Câmara? Não haverá melhor utilização a dar a este espaço?
  • É assim que a nossa Câmara dá exemplos aos jovens para defender o ambiente?
  • E onde andam "os Jovens repórteres para o ambiente"?
  • Quem é o responsável por este crime ambiental?

domingo, 11 de novembro de 2012

"A gestão dos dinheiros públicos" em Coruche



A deliberação da Câmara Municipal de Coruche (AQUI) da passada semana, demonstra bem como tem sido a gestão dos recursos financeiros municipais, desde que o PS chegou em 2002.

Para agradar a amigos e conquistar alguns votos, tem acontecido de tudo ao longo destes 12 anos de gestão Socialista.

Quem não se lembra da "gala para atribuição dos Prémios do Foral" e o processo de constituição da “Confraria do Touro Bravo", e o historial de trapalhadas na construção do observatório do sobreiro, e a construção dos campos de relva sintética hoje em acelerada degradação e sem utilização e com custos enormes de manutenção suportadas pela C.M.C., e o plano de desenvolvimento estratégico "Coruche 2020" que custou à Câmara mais de 100 mil euros mas que deram muito jeito ao ex-ministro socialista Augusto Mateus, e a Novela da TVI mais o combustível da zona industrial, onde está o retorno desse investimento de centenas de milhares de euros, e o Comboio para Lisboa quem não se lembra da enorme e disparatada campanha de propaganda antes das ultimas eleições autárquicas, e os gastos imorais nas festas que aqui neste espaço têm sido denunciadas? E a contratação escandalosa e com enormes custos do Capitão? Que passados dez anos é corrido da forma que sabemos, só porque estará na manga outra solução que pode dar uns votos agora que se aproximam novas eleições, enfim, estaria aqui horas a enunciar as trapalhadas e o despesismo desta governação mas não vale a pena, os exemplos referidos são bem ilustrativos.

Por fim, e para concluir fica provado que A UMA ELEVADA ESTATURA FÍSICA NEM SEMPRE CORRESPONDE UMA ELEVADA ESTATURA MORAL E ÉTICA!




PS: Registe-se, a argumentação "primária" do presidente para justificar a contratação do jurista. Mas não justifica porque é que assumiu pessoalmente o despacho que permitiu a construção, ou seja, para ficar bem aos olhos do munícipe é o Presidente que decide, para pagar a sua defesa no tribunal já leva o assunto à reunião de Câmara!

sábado, 10 de novembro de 2012

Vida, pensamento e luta: exemplo que se projecta na actualidade e no futuro

(Álvaro Cunhal em contacto com trabalhadores da Reforma Agrária. - Couço 1985)


Sessão Pública

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA DAS COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO

10 DE NOVEMBRO
16H, HOTEL ALTIS PARK, OLAIAS, LISBOA



Dossiers

CONTRIBUTO PARA A HISTÓRIA E LUTA DO PCP E DO POVO PORTUGUÊS
Exposição, 2006
UMA VIDA DEDICADA AOS TRABALHADORES E AO POVO AO IDEAL E PROJECTO COMUNISTAS
Dossier em www.pcp.pt, Agosto de 2010

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

95 Anos - Revolução de Outubro: só com o socialismo é possível um mundo melhor!



VIVA A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO


«A questão mais importante de qualquer revolução é sem dúvida a questão do poder de Estado. Nas mãos de que classe está o poder, isto é que decide tudo.»




«Só quando “os de baixo” não querem o que é velho e “os de cima” não podem continuar como dantes, só então a revolução pode vencer.»


«Os capitalistas sempre chamaram “liberdade” à liberdade de obter lucros para os ricos, à liberdade dos operários de morrerem de fome.»


«Foi aos operários russos que couberam a honra e a alegria de serem os primeiros a desencadear a revolução, quer dizer, a grande guerra, a única guerra justa e legítima, a guerra dos oprimidos contra os opressores.»




V. I. Lénine

sábado, 3 de novembro de 2012

Correram com o Capitão!


CARTA ABERTA

« (...) Aos dirigentes, funcionárias e funcionários da autarquia com quem tive o prazer de trabalhar e apraz registar que foi gratificante conhecer-vos, bem como aos eleitos, queria que este acto de despedida fosse tal como a apresentação, feito de uma forma personalizada, porque a consideração que tenho por todos é grande e sois dignos merecedores de toda a cortesia.

Mas como percebem e perceberão a descabida, pouco digna na forma e na inurbanidade, como fui informado do natural termo da comissão, não o permitiu.

Estarei sempre ao vosso dispor para o que entenderem por conveniente.

Os meus cumprimentos, com um abraço ou beijo conforme o destinatário, desejando-vos toda sorte e tudo de bom na vossa vida familiar e profissional!

Bem-haja!

Rafael Rodrigues (Capitão) *_*_*_*_*_ »

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Desfasados da Realidade


Ao que isto chegou! 

Apesar dos gravíssimos problemas que afectam cada vez mais as famílias coruchenses, em resultado da situação em que se encontra o País, fruto das politicas dos sucessivos governos do PSD,CDS e PS nos últimos 30 anos, por cá, completamente desfasados da realidade social concelhia, a maioria PS continua de forma chocante a brindar-nos com iniciativas e eventos que delapidam os recursos municipais e que em nada contribuem para atenuar as dificuldades dos coruchenses mais carenciados e que neste momento precisavam que "a sua Câmara" tivesse para com eles maior atenção, em vez de promover festas que a ninguém aproveitam.

Vem esta prosa a propósito do "DIA EUROPEU DA ENOTURISMO" (aqui) que a C.M.C vai promover nos próximos dias 10 e 11 de Novembro e que custará só para a animação musical mais de 2000 euros.

Não há forma mais útil de aplicar o dinheiro publico no actual contexto de crise?

Este evento é assim tão importante Pró concelho?



Basta de tanta insensibilidade, é hora dos socialistas ganharem tino.

Milhares chumbam o Orçamento na rua

Respondendo ao apelo da CGTP-IN, milhares de pessoas concentraram-se em frente à Assembleia da República, rejeitando o Orçamento do Estado para 2013 e as medidas gravosas nele contidas.

 

sábado, 27 de outubro de 2012

O PLANTADOR DE FAVAS


Há muito que te conheço
Mas não sabia para o que davas
Agora venho a saber
Que és um plantador de favas

No peugeot ias á horta
Para ver o teu faval
Porque favas plantadas 
Só no nosso portugal

Todas as favas que plantaste
Lá na tua linda horta
Vão servir para alimentar
O burro que te transporta

Olha que os burros dão pinotes
Sem escolher a ocasião
Vai mas é no descapotável
Que de burro podes ir ao chão

E se isso acontecer
Até podes ficar mal
Depois não contas à gente
Como está o teu faval

Sempre tivestes aspirações
Em fazer o que gostavas
Até que um dia finalmente
Chegastes a plantador de favas

Tozé

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A TRÊS DIMENSÕES


O "mirante" porventura por falta de assuntos sérios ou quiçá por razões que a razão desconhece, brindou-nos com uma crónica a "três dimensões" sobre o "rapaz orvalho" (Aqui) um verdadeiro tesourinho que só encontra paralelo no correio sentimental da "Maria".

O "rapaz orvalho" não se fez rogado e vai daí, proferiu uma série de inenarráveis dislates e outras barbaridades. 

Ficámos a saber que o pobre coitado não é feliz com o seu BMW descapotável que adquiriu em resultado do duro trabalho que desde os 23 exerce na C.M.C.


Não podia também faltar a bajulação ao "grande líder", pudera não fora o dito, como é que havia "pilim" para o BMW?


E aquela do !? O máximo!



O "rapaz orvalho" é uma sumidade, ele e o dono do "mirante", o tal de J.A.E. 

Têm ambos um ego do tamanho do mundo.




PS: "rapaz orvalho", o PLANTADOR de favas! 

sábado, 20 de outubro de 2012

14 de Novembro


O vigoroso ascenso da luta de massas está a mudar aceleradamente o clima social e político. E a fazer surgir uma curiosa e contraditória rearrumação de forças. Em que algumas fazem o que já se esperava e outras fazem o que se esperava à mistura com posições que não devem passar sem registo.

Para exemplificar: a UGT e o sr. Cardeal Patriarca.

A UGT, naturalmente, cabe no primeiro grupo. Perante o anúncio pela CGTP de uma Greve Geral para 14 de Novembro, que diz o Secretariado Nacional da central amarela (4.10.2012)? Reconhecendo uma série de maldades na política de «austeridade» do Governo (e escondendo o vergonhoso acordo de concertação que com ele subscreveu), o que tem a dizer é que a convocatória é «divisionista e sectária», e que a UGT aposta no «diálogo social tripartido». Porque a CGTP não a foi consultar sobre a convocatória, ou seja, decidiu – e bem – não retardar o desenvolvimento da luta que tivera uma tão grandiosa expressão em 29 de Setembro (e para a qual a UGT nada contribuiu, ao contrário do que aconteceu com muitos trabalhadores filiados em sindicatos que a integram) com semelhante e inútil consulta.

O sr. Cardeal Patriarca cabe no segundo grupo. Em declarações recentes (v. http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=92740) disse várias coisas, das quais ressaltou sobretudo o considerar que manifestações – que afirma compreender – e greves «não resolvem nada». Naturalmente que os trabalhadores – incluindo muitos trabalhadores católicos – têm opinião diferente. Mas não foi só isso que o sr. CP disse. Disse que a crise está «difícil para muitos, não para todos». Disse que uma das raízes da crise está em que «o mundo financeiro passou a ser uma fonte de lucro sem produção económica». Disse que cabe a cada português ser «protagonista da solução». E não será verdade que, em todos estes pontos, podemos estar de acordo com o sr. CP? Com uma rectificação: da mesma forma que a crise é para muitos mas não para todos, também não serão todos os portugueses os protagonistas da solução. Será a esmagadora maioria, serão os trabalhadores e o povo os protagonistas da solução. E, com desculpa do sr. CP, com um grandioso passo nesse sentido a 14 de Novembro.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

IRS agrava tributação de famílias de mais baixos rendimentos

«Na apresentação em Setembro passado, Vítor Gaspar reiterou que o imposto manteria as características constitucionais. "O imposto sobre o rendimento pessoal visa a diminuição das desigualdades e será único e progressivo", diz a Constituição. E que depois de alterado, seria ainda mais progressivo do que a estrutura vigente até ao final de 2012. Para o Governo, a redução do número de escalões, o agravamento das taxas, a introdução de uma sobretaxa de 4% e de uma taxa de solidariedade de 2,5% para o escalão mais elevado atribui "assim uma maior progressividade ao imposto". 

Mas as contas - entrando já em linha com todas as mexidas introduzidas em sede de IRS - revelam uma retrato mais completo. Isto é, o imposto ainda é progressivo porque quem mais tem, paga mais imposto. Mas são as famílias de mais baixos rendimentos que sentem um maior agravamento de imposto, o que - ao arrepio da Constituição - nunca poderá contribuir para a diminuição da desigualdade social. 

Veja-se o caso mais flagrante: o das famílias monoparentais, com um dependente a cargo. Os rendimentos anuais de 14 mil euros sentirão um agravamento de IRS de 254 para 706 euros, mais 178%. O IRS que antes representava 1,8% do rendimento bruto passará para 5%. 

No outro extremo, uma família com 100 mil euros de rendimento anual passará de um IRS de 30,7 mil para 37,4 mil euros. Ou seja, passa de uma taxa efectiva de 31 para 37%. A família de maiores recursos continua a pagar muito mais, mas o seu agravamento será bastante menor face ao das famílias mais pobres. »



Esta política e este governo têm de ser derrotados antes que arruínem portugal!!!

TODOS À GREVE GERAL!